Por que investir em uma tradução para sua empresa?

Seu projeto precisa mesmo de uma tradução profissional?

Na hora de precisar de uma tradução de alguma coisa da empresa, seja o site, o cardápio, um folheto, uma apresentação de PowerPoint, ou outros materiais de marketing, muitos empresários resolvem pedir esse serviço de um funcionário interno. O pedido é lógico: por que terceirizar o serviço quando já tem um funcionário bilíngue?

traducao professional

É verdade que é mais barato pedir para um funcionário atual fazer uma tradução do que pedir a tradução de uma empresa de tradução, mas às vezes barato sai caro. Existem vários benefícios de contratar um tradutor certificado para seu próximo projeto:

  • Fluência garantida: talvez sua secretária bilíngue tenha alguns anos de aulas de inglês num curso no Brasil, ou talvez um dos seus funcionários mais especializados tenha feito um intercâmbio na faculdade. Mesmo assim, é realmente raro e difícil virar fluente de um segundo idioma. De fato, há teorias na linguística que ninguém tem verdadeira fluência no seu segundo idioma se for aprendido depois da puberdade. Enquanto é comum ficar muito avançado num segundo idioma, com a habilidade de completar muitas tarefas difíceis (por exemplo, escrever um post num blog da sua empresa…), quem aprende um idioma como adolescente ou adulto terá muita dificuldade produzir a língua numa maneira que não seja percebida como estranha por falantes nativos. Para provar isso para os clientes, eu não pedi uma revisão nativa deste post. Meu português possa ser compreensível (e lembrando que sou formada em linguística, que já era fluente em espanhol antes de começar com português, que moro no Brasil por quase uma década, e que trabalho com línguas), mas é esse nível de linguagem que sua empresa quer usar? Se for um brasileiro escrevendo em inglês, esse risco existe. Quando você pede uma tradução por um falante nativo certificado e experiente, não tem o risco de sua empresa ser levado menos a sério.
  • É o padrão fora do Brasil: Brasil/português é um dos únicos casos em que é socialmente aceitável as pessoas traduzir para idiomas que não sejam seu idioma nativo (ou seja, brasileiros traduzindo de português para inglês ou espanhol, por exemplo). Há explicações por isso: por exemplo, relativamente poucos estrangeiros aprendem português, então há uma falta de pessoas bilíngues em português que são falantes nativos de outro idioma. Mas acho que existe uma razão mais importante: brasileiros tem poucas experiências lendo português escrito por estrangeiros. Por isso, não sentem na pele a dificuldade em entender seu idioma produzido por alguém que não é suficientemente fluente. Como essas traduções já eram comuns no passado em regiões como Europa, os cidadãos começaram a valorizar mais as traduções feitas por falantes nativos. Não é verdade que tudo não exterior é melhor do que no Brasil, mas quando o país é uma exceção, é importante questionar a prática, não é?
  • Não há preço para a tradução de informações culturais: Quando uma coisa é traduzida de um idioma para outro, sempre há questões culturais para abordar na tradução. É essencial que o tradutor sabe como o leitor final vai enxergar o texto no idioma alvo. É quase impossível saber disso se o tradutor não é da cultura do idioma. Por exemplo, como sua empresa vai lidar com um slide no PowerPoint que fala de órgãos governamentais associados com seu serviço? Um estrangeiro vai entender uma lista de siglas em português, que nem foi escrito no slide original em português? Como você deve pedir uma bolsa de uma organização internacional sem ofender o leitor? E deveria traduzir o endereço da sua empresa ou não? Só tradutores com experiencia e noções das diferenças da cultura perceberão como lidar com essas questões. Infelizmente, é muito comum que brasileiros traduzindo de português para inglês simplesmente escrevem “português em inglês”, ou seja, escrevem sem pensar em como o leitor final vai interpretar o texto. É engraçado quando o público alvo também é brasileiro (como neste artigo), mas faz mal para sua empresa quando o cliente percebe que há uma falta de relatividade cultural, pois o cliente não te entenderá e não sentirá compreendido.
  • Há sistema de confirmação com a Superior: Aqui na Superior – Serviços de Tradução, trabalhamos sempre em equipe: temos uma falante nativa de cada idioma (português e inglês). Assim, podemos sempre garantir nossa compreensão de nosso segundo idioma.
  • Tradução é uma carreira, com formação e certificação: Se seu carro quebrasse, você não pediria para sua sobrinha de 18 anos consertá-lo para você, com o raciocino que ela tirou a carteira agora e sabe dirigir, então pode saber consertá-lo também. Numa situação parecida, você não contrataria um amigo que trabalha no banco para ser engenheiro da sua reforma de sua casa só porque ele mora numa casa que você gosta. Serviços de tradução são parecidos. Só por alguém saber falar um idioma não significa que consegue ser tradutor. Mesmo se a pessoa possa representar bem sua empresa numa reunião ou numa apresentação para estrangeiros (ou até em e-mails), há cursos para desenvolver a habilidade de produzir uma tradução escrita que seja professional e que será respeitada por seus clientes e colaboradores. Quando a tradução é feita por um professional, sua empresa ganha esses benefícios.

 

Então, a próxima vez que sua empresa precisa de uma tradução de português para inglês, que tal considerar eu, a Danielle, da Superior – Serviços de Tradução? Acredito que terá mais ganhos do que gastos no longo prazo. Peça seu orçamento aqui.